HOME

Navegação principal
Modelos
911

Sistema de travagem Boxster S

Porsche Boxster S - Sistema de travagem
Travão de série Boxster; Travão de série Boxster S

Sistema de travagem

Uma manifestação de desempenho são os excelentes valores de aceleração. Referimo-nos tanto à aceleração positiva como à negativa. Por isso, a Porsche define tradicionalmente novos padrões em termos de desaceleração e resistência à fadiga. A potência de travagem é muito superior à potência do motor.

Os modelos Boxster dispõem de pinças de alumínio de tipo monobloco com 4 êmbolos. Este tipo de construção distingue-se pela elevada resistência à deformação e peso reduzido. Para uma resposta dos travões particularmente rápida e leve. Mesmo depois de uma utilização prolongada. O sistema de ventilação dos travões com deflectores do ar modificados nos eixos dianteiros e traseiros optimiza o arrefecimento dos travões.

Os discos dos travões ventilados fazem jus ao ímpeto de avançar dos modelos Boxster: no Boxster S e no Boxster GTS, o diâmetro é de 330 mm, mais 15 mm do que no Boxster. Atrás, o diâmetro é de 299 mm em todos os modelos. Para um melhor comportamento de travagem em piso molhado, os discos são ranhurados.

Porsche Ceramic Composite Brake (PCCB)

Com provas dadas no desporto automóvel: sistema opcional Porsche Ceramic Composite Brake (PCCB). Os discos dos travões de cerâmica perfurados têm um diâmetro de 350 mm à frente e atrás – para uma maior eficiência de travagem.

A utilização no eixo dianteiro de pinças de alumínio de tipo monobloco com 6 êmbolos e de pinças de alumínio de tipo monobloco com 4 êmbolos no eixo traseiro, pintadas em Amarelo, garante uma elevada e, sobretudo, constante pressão de travagem. As características do sistema proporcionam uma distância de travagem curta, especialmente em situações de extrema sobrecarga dos travões.

A principal virtude do sistema de travões em cerâmica reside no peso extremamente baixo dos discos: estes são cerca de 50% mais leves do que os discos de fundição com o mesmo tipo de construção e dimensões semelhantes. Um factor que não se reflecte apenas de forma positiva nas prestações e no consumo, mas que, sobretudo, permite reduzir as massas não suspensas e rotativas. Resultado: uma melhor aderência à estrada, bem como um aumento do conforto de condução, especialmente em pisos irregulares.

No caso de condução em circuitos fechados, o sistema deve ser sujeito a manutenções adicionais para além das efectuadas regularmente no âmbito dos intervalos de manutenção normais.

Travão de estacionamento eléctrico

O travão de estacionamento eléctrico, que pode ser activado e desactivado manualmente, solta-se automaticamente no arranque com o cinto de segurança colocado. A função “Hold” é de série. Facilita um arranque isento de recuo, livre e confortável em declives.