Perfeição otimizada.

Com o antecessor do 911 RSR, reinterpretámos a ideia do 911. Pela primeira vez, foi utilizado um conjunto motriz invertido num veículo de competição com base no 911. Desde esta revolução, conseguimos recolher uma vasta experiência em dezenas de milhares de quilómetros percorridos em corridas. Conhecimentos que aplicámos rigorosamente no desenvolvimento do novo 911 RSR. O aumento da capacidade do motor Boxer atmosférico para 4,2 litros foi apenas o início. Existem muitas outras melhorias – todas testadas intensiva e minuciosamente em simuladores – por baixo da carroçaria em plástico reforçado com fibra de carbono. Otimizado de forma aerodinâmica, este aumento da cilindrada assegura também um comportamento dinâmico novamente melhorado no 911 RSR. Foi igualmente concebido para uma mutabilidade rápida e, por conseguinte, movimentos mais eficientes nas competições de resistência.
A caixa sequencial de 6 velocidades com peso otimizado desta encarnação do automóvel de corrida está especialmente bem preparada para as provas de resistência mais exigentes graças ao aumento da rigidez. Além disso, foi possível reduzir ainda mais os tempos de passagem, já de si muito curtos. Também a exaustão dos gases de escape foi reduzida. Com um sistema de escape que flui agora lateralmente, a propensão para danos na parte traseira é ainda minimizada. Outro elemento que assegura a fiabilidade e, no conceito global 911 RSR, consistência e persistência máximas a longas distâncias.