Porsche Maior autonomia e recuperação inteligente

Maior autonomia e recuperação inteligente

Produto
Tempo de leitura: 5 min
12/22/2020
Panamera 4S E-Hybrid (WLTP)*
2,8 – 2,2
l/100 km
64 – 51
g/km
24,5 – 22,6
kWh/100 km

A Porsche segue consistentemente a estratégia E-Performance e, com o novo Panamera 4S E-Hybrid, complementa a oferta de veículos híbridos plugin com um sistema de propulsão completamente novo. Com uma potência do sistema de 412 kW (560 CV) e um torque máximo de 750 Nm, o 4S E-Hybrid se situa entre os modelos E-Hybrid anteriores.

O novo Panamera 4S E-Hybrid tira partido de uma bateria de alta tensão mais potente e de modos de condução otimizados. O carregamento altamente eficiente durante a condução, dependendo do modo de condução selecionado, agora está ainda mais em foco: a bateria carrega mais rapidamente. Ao mesmo tempo, a recuperação inteligente permite uma utilização mais eficiente do motor elétrico.

O servofreio eletromecânico (eBVK) permite combinar de forma variável a desaceleração elétrica de recuperação e a desaceleração mecânica dos freios. As características do pedal do freio e a força no pedal permanecem iguais. No novo Panamera 4S E-Hybrid, a sensação do pedal do freio foi aperfeiçoada, o que resulta em uma resposta e capacidade de dosagem melhoradas.

Panamera 4S E-Hybrid (WLTP)*
2,8 – 2,2
l/100 km
64 – 51
g/km
24,5 – 22,6
kWh/100 km

The new Os novos modelos Panamera 4S E-Hybrid usam a arquitetura de acionamento já conhecida de modelos híbridos anteriores. O coração é o motor elétrico integrado na transmissão de embreagem dupla com oito marchas (PDK), que contribui com 100 kW (136 CV) de potência e 400 Nm de torque. Em cooperação inteligente com o motor biturbo V6 de 2,9 litros com 324 kW (440 CV) de potência, o novo Panamera 4S E-Hybrid gera uma potência do sistema de 412 kW (560 CV) e um torque do sistema de até 750 Nm. Em combinação com o pacote de série Sport Chrono, isso resulta em um desempenho impressionante: O sprint padrão de 0 a 100 km/h acontece em 3,7 segundos. A velocidade máxima é de 298 km/h.

O motor elétrico retira sua energia de uma bateria de alta tensão montada na traseira do veículo. Para alcançar uma elevada autonomia elétrica e aumentar as reservas para o boost elétrico, a capacidade bruta da bateria foi aumentada de 14,1 para 17,9 kWh em comparação com os modelos híbridos anteriores através de células de bateria otimizadas. Isso corresponde a um aumento de exatamente 27%. Assim, o Panamera 4S E-Hybrid dispõe agora de uma autonomia elétrica de até 54 km (NEDC: de até 64 km), conforme WLTP, EAER City. O espaço ocupado pela bateria sob o piso de carga continua a ser compacto, para permitir um volume do porta-malas generoso de 403 a 1242 litros (Sport Turismo: 418 a 1287 litros) no sedan esportivo.

Modos otimizados para experiência de condução elétrica
Como antes, o seletor de modo do pacote de série Sport Chrono pode ser usado para selecionar os quatro modos E-Power, Hybrid Auto, Sport e Sport Plus. Adicionalmente, estão disponíveis os dois modos E-Hold e E-Charge, os quais são ativados através do Porsche Communication Management (PCM).

Para melhorar ainda mais a experiência de condução puramente elétrica, os modos nos quais a bateria de alta tensão é carregada durante a condução foram otimizados. Por padrão, os novos modelos Panamera 4S E-Hybrid dão a partida no modo E-Power. Como de costume, a dosagem ideal da cooperação do motor elétrico e do motor de combustão é controlada através do pedal do acelerador. O assistente híbrido, que pode ser consultado na tela esquerda do painel de instrumentos, visualiza em tempo real a relação entre o torque de acionamento usado atualmente e o torque de acionamento máximo disponível. O torque de acionamento máximo disponível do motor elétrico é alcançado pressionando o pedal do acelerador aproximadamente 50%. No modo E-Power, o motor de combustão só dá partida pressionando o pedal aproximadamente 60%. O curso livre perceptível entre 50 e 60% do curso do pedal do acelerador assegura uma dosagem ideal da condução elétrica. Se o nível de carga mínimo da bateria de alta tensão para o modo E-Power estiver abaixo do limite, o sistema muda automaticamente para o modo Hybrid Auto.

O modo Hybrid Autointeligente permite a operação mais eficiente no tráfego urbano e interurbano. Para a melhor combinação possível entre o motor elétrico e o motor de combustão, a estratégia de funcionamento ideal é calculada continuamente com base em informações sobre o perfil de condução, o nível de carga, a topologia, a velocidade e o destino de navegação. Assim, a condução puramente elétrica é usada nas situações em que faz mais sentido em termos de eficiência global. O modo Hybrid Auto do novo Panamera 4S E-Hybrid é adaptado de forma ideal aos hábitos do motorista. Com o modo de navegação ativo, o motor elétrico é usado ainda mais intensamente, especialmente na cidade. Para este fim, a bateria de alta tensão é carregada mais intensamente em seções do percurso onde o motor de combustão está ativo.

Como de costume, o modo E-Hold conserva o respectivo nível de carga. Assim, ela permanece disponível para mais tarde, para a condução elétrica ou para o boost. No modo E-Charge, a bateria é carregada durante a condução pelo motor de combustão, gerando uma potência mais elevada do que a necessária para a situação de condução atual. Este deslocamento do ponto de carga permite ao motorista aumentar a autonomia elétrica antecipadamente.

O modo E-Charge do novo Panamera 4S E-Hybrid segue uma estratégia adaptada de carregamento da bateria. O nível alvo de carga da bateria foi reduzido de 100 para 80%. O contexto desta medida é que a bateria, à semelhança das baterias de smartphones, carrega de forma mais lenta e ineficiente a partir de um nível de carga de 80%. Isso também garante que a capacidade de recuperação total esteja sempre disponível. Ao definir uma potência de carga constante de 7,2 kW, a bateria do Panamera 4S E-Hybrid é carregada de forma mais rápida e reprodutível. Resumindo, o modo E-Charge agora é mais eficiente e perceptível do que antes.

Nos modos focados no desempenho Sport e Sport Plus, o motor de combustão está sempre em funcionamento. O modo Sport proporciona características do veículo muito esportivas para viagens rápidas em estradas rurais e rodovias; o sistema de propulsão e o chassi mudam para a configuração Sport. A bateria é carregada em um nível mínimo para proporcionar um boost suficiente para um estilo de condução esportivo.

Em todos os modelos Porsche, no modo Sport Plus, o foco está sempre na máxima esportividade; para isso, o sistema de propulsão e o chassi são configurados para um desempenho elevado. Nos modelos Panamera 4S E-Hybrid, o modo Sport Plus também se diferencia do modo Sport pelo fato de a bateria carregar da forma mais rápida possível até 80%. Ao definir uma potência de carga constantemente elevada de 12 kW, a disponibilidade máxima de boost é alcançada ainda mais rapidamente. A redução do nível alvo de carga assegura a disponibilidade da potência de recuperação máxima.

Texto publicado pela primeira vez no Porsche Newsroom.