Menu
Modelos
Menu
Seis factos relativos à Porsche E-Performance

Seis factos relativos à Porsche E-Performance

Consumos e emissões* Panamera Turbo S E-Hybrid: Combinado l/100 km (EU6) 2,9; Emissões CO2 em g/km 66; Consumo de electricidade combinado em kWh/100 km 16,2.

[+]

Sobre inventores e vencedores.

1. Sob tensão.

Lâmpadas de bateria nos patins, luz elétrica e uma campainha elétrica em casa dos pais, as primeiras ideias para a própria bicicleta elétrica – desde cedo que Prof. Dr.-Ing. h.c. Ferdinand Porsche se interessou pela eletricidade e todas as suas possibilidades. Um fascínio que o impulsiona desde criança, muito antes de revolucionar o setor automóvel como engenheiro.

[+]

2. Quem inventou?

O primeiro veículo híbrido do mundo foi apresentado ao público em 14.04.1900 na Exposição Mundial de Paris por Ludwig Lohner e o jovem Ferdinand Porsche. Apesar de o Lohner-Porsche estar muito à frente do seu tempo, o veículo demonstra a genialidade do seu criador. 120 anos depois, a questão da propulsão alternativa é mais atual do que nunca – e a ambição dos nossos engenheiros continua inquebrável.

[+]

3. Trazido para o circuito.

Em 2010, a Porsche iniciou um novo capítulo na história do desporto automóvel: o 911 GT3 R Hybrid recorreu para tal ao conceito de propulsão visionário do "Mixte" desenvolvido por Ferry Porsche. O motor Boxer de 6 cilindros de 353 kW (480 CV) instalado na traseira encontrou na tração dianteira com dois motores elétricos que geravam até 75 kW (102 CV) o complemento perfeito. Nas fases de travagem, as unidades elétricas invertiam a sua função e trabalhavam como geradores. Desta forma, recuperavam energia cinética que, de outro modo, seria desperdiçada como calor. Assim, tal significou pela primeira vez na competição automóvel: quem trava, ganha.

A energia recuperada acionava um acumulador do volante de inércia mecânico sob a forma de outro motor elétrico situado no espaço do passageiro. Se o condutor solicitasse a energia aí armazenada, o volante de inércia do modo gerador era travado eletromagneticamente. Deste modo, ambos os motores elétricos no eixo dianteiro recebiam carga elétrica suficiente para colocarem à disposição durante oito segundos uma potência adicional de 150 kW (204 CV). O 911 GT3 R Hybrid transformava-se, assim, temporariamente num veículo com tração integral.

[+]
[+]

4. Não há duas sem três.

A Porsche é o primeiro fabricante automóvel no segmento premium a nível mundial a introduzir três híbridos plug-in na sua gama de produtos: o Panamera Turbo S E-Hybrid, o Cayenne S E-Hybrid e o 918 Spyder.

[+]

5. Agora pertence à Porsche.

Pela 3.ª vez consecutiva, a Porsche vence em 2017 as 24 horas de Le Mans com o 919 Hybrid – completando, desta forma, o triplo campeonato. A 19.ª vitória no circuito deve ser muito especial: quem vence a corrida mais dura do mundo pela terceira vez consecutiva, pode manter o desejado troféu móvel.

[+]

6. Trabalho conjunto.

Trata-se de um dos grandes fatores que contribuíram para o progresso da mobilidade elétrica: a infraestrutura. Com a criação da empresa comum IONITY, o Grupo BMW, a Daimler AG, a Ford Motor Company e o Grupo Volkswagen com a Audi e a Porsche estabeleceram as bases para a formação da potente rede de carregamento rápido para veículos elétricos na Europa. Até 2020, serão instalados milhares de postos de carregamento, o que irá permitir um carregamento flexível e rápido.

E-Performance "Mission"
Mission
E-Performance "Evolution"
Evolution
Mission E Cross Turismo Technology
O estudo de conceito Mission E Cross Turismo no Salão Automóvel de Genebra de 2018
Mission E Cross Turismo Design
O design do novo estudo de conceito Mission E Cross Turismo